Um diário de pesquisa

7 jan

Convenceram-me. Caí na rede e já fui por ela contaminada. Este espaço quer me contaminar ainda mais. E o pior: quer contaminar você. Mas com que, afinal? Com arte, estados de arte pelos quais tenho passado durante a especialização em Estudos Contemporâneos do Corpo, da Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará. Não só isso. O blog quer comunicar-se com outros estados de arte. O blog ou eu? Eu sou Andréa Flores, terapeuta ocupacional, atriz, aspirante a palhaça. Aspirante. Adoro me contaminar.

Posso ser Bilazinha da Mamãe, minha palhaça assanhada, que anda perambulando por aí, pelas ruas. E é justamente sobre a relação do palhaço com a rua que desejo debruçar-me, entranhar-me, ao longo da pós-graduação. O blog comunica meu processo, como um diário de pesquisa, aberto, atravessado pelo mundo.

Sejam todos bem vindos! Comentem, opinem ou, simplesmente, contaminem-se e permitam que eu o faça também.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: